Desafios globais devem ser vistos como oportunidade de negócios, afirma especialista de fundação italiana

setembro 12, 2017

O aplicativo de transporte Uber e a plataforma de hospedagem online Airbnb são exemplos de empresas que encontraram em problemas da sociedade uma grande oportunidade de negócio. As ideias são atuais, mas o conceito – de inovação social – é antigo, como explicou Sandro Battisti, gerente de programa na Fondazione Bruno Kessler (FBK). Ele ministrou a primeira palestra do VII Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação (CiKi), que começou nesta segunda-feira (11), no Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

 

“O desafio da Inovação Social” foi o tema da palestra de Battisti, que possui mais de 18 anos de experiência em gestão da inovação, transferência de tecnologia e desenvolvimento de negócios. Na opinião do gerente de programa da FBK, foram as falências de instituições governamentais, empresas e até mesmo das famílias que viabilizaram a oportunidade de empresas atuarem em “soluções” para os desafios globais.

 

Inovação social, de acordo com Battisti, por vezes é confundida com assistencialismo. Mas, ao promoverem mudanças sistêmicas para os desafios mundiais – como a fome, a pobreza e a falta de água, as empresas podem atrair mais públicos estratégicos, especialmente ligados à sustentabilidade, e ter como resultado impacto, tanto social, como econômico. O desafio apontado pelo gerente de programa é mensurar e demonstrar esses resultados. “É muito mais fácil ficar na parte da discussão, de design, de criação, de políticas, e de estratégias; mas criar impacto e medi-lo, pode fazer grande diferença”, afirmou Battisti.

 

Battisti também comentou sobre os diferentes modelos de inovação social e sobre as tendências pra o futuro. A palestra dele faz parte da programação do CiKi, que segue até esta terça-feira (12). O evento reúne representantes de instituições públicas, privadas, acadêmicas e do terceiro setor, em discussões, palestras, trocas de experiências, apresentações de novas tendências e estudos na área.

 

O CiKi

O CiKi busca promover o desenvolvimento conceitual, metodológico e estimular a prática de gestão do conhecimento, de capital intelectual e de gestão da inovação. É uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com apoio de instituições nacionais e internacionais. O evento reúne representantes de instituições públicas, privadas, acadêmicas e do terceiro setor, em discussões, palestras, troca de experiências, apresentação de novas tendências e estudos na área.